quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

DN: 'Vanunu fica em prisão domiciliária'

Técnico que revelou capacidade nuclear do Estado hebreu foi detido por falar com uma norueguesa num hotel de Jerusalém.

O técnico que revelou aos media internacionais a capacidade nuclear de Israel, Mordechai Vanunu,vai ficar em prisão domiciliária durante os próximos três dias, noticiaram esta
terça-feira os media israelitas e as agências internacionais.

Vanunu, de 54 anos, fora detido num hotel de Jerusalém Oriental por estar a falar com estrangeiros e a violar o acordo de liberdade condicional que foi negociado em 2004, quando saiu da cadeia após cumprir uma pena de 18 anos.

"Ele foi preso por ter uma relação com uma mulher norueguesa. Não está a ser acusado de passar segredos nucleares. Ela não está interessada em negócios relacionados com o nuclear. Está interessada nele e ele provavelmente está interessado nela", declarou , citado pela Reuters, o procurador Avigdor Feldman.

Vanunu, foi preso em Itália e julgado em Israel, por traição, depois de ter passado fotografias da central nuclear de Dimona ao jornal britânico The Sunday Times em 1986. O técnico converteu-se depois ao cristianismo e diz que não é israelita. Está impedido de abandonar o Estado de Israel. Ao longo dos anos tem pedido, em vão, asilo a vários países ocidentais.

In http://www.dn.pt/inicio/globo/Interior.aspx?content_id=1458000&seccao=M%E9dio%20Oriente

Sem comentários:

Publicar um comentário